Novidades

9 de agosto de 2016

2ª edição do Curso livre de Ilustração Científica & Desenho de Natureza.



10 de outubro de 2016 a 10 de julho de 2017


Decorre no Centro Ecológico Educativo a 2ª edicção do Curso de Ilustração Ciêntifica & Desenho de Natureza coordenado pelo formador Marco Nunes Correia. Ainda é possível proceder à inscrição.

CURSO DE LONGA DURAÇÃO: 1 ANO LETIVO– 3 MÓDULOS TRIMESTRAIS – 1 DiA POR SEMANA – 4 hORAS POR DiA

1. OBJECTIVO
Pretende-se com este programa apresentar detalhadamente o curso livre de Ilustração 
Científica & Desenho de Natureza, bem como as condições em que nos propomos leccioná-lo.

2. DESCRIÇÃO GERAL
Designação
Curso de Ilustração Científica & Desenho de Natureza
Área de Formação
Desenho e Ilustração
Subárea
Comunicação Científica

2.1. ENQUADRAMENTO
Perante um interesse crescente em áreas de especialização direcionadas para a componente 
visual da comunicação científica, pretende-se com este curso uma abordagem global de um 
campo específico da ilustração, a ilustração científica. Centrada na comunicação visual de 
factos e conceitos nas diversas áreas científicas, diversifica o seu registo gráfico em função 
dos diferentes públicos-alvo, dos objetivos e formatos de publicação, sendo mais premente a 
sua aplicação nas áreas da educação e sensibilização ambiental, estabelecendo a ponte entre 
a comunidade científica e o grande público.

Neste curso iremos explorar o desenho, em contato direto com a natureza, recorrendo a técnicas específicas de observação e de registo, aplicadas a diferentes objetos naturais. A este 
tipo de registo, prática comum entre os ilustradores científicos, chamamos desenho de campo (field sketching). Suporta uma parte importante da informação, indispensável ao desenvolvimento de uma ilustração científica. No caderno de campo (designado de diário gráfico 
entre os artistas) o ilustrador científico regista diversas situações, podendo ir do simples esboço, mais gestual, a um desenho de análise sintética ou até a um registo detalhado composto 
por diferentes vistas, padrões e texturas, complementado por anotações e legendas.

2.2. COMpETêNCiAs A ADQUiRiR
O desenho em particular, e o domínio de diferentes técnicas analógicas a preto e branco e 
cor, constituem a base prática, intensiva, a partir da qual se abordará a comunicação científica, tendo em conta o rigor que lhe está associado.
No final do curso (realização dos três módulos), os participantes deverão estar aptos a:
     •    Aplicar    técnicas    de    observação    e    representação    de    modelos    naturais,    visando    o desenvolvimento de capacidades ao nível da percepção visual e cognitiva;
     •    Compreender    os    princípios    e    metodologias    de    projecto    aplicados    à    ilustração científica;
     •    Conhecer    as    convenções    de    representação    genéricas    e    aplicar    convenções
específicas a cada tema de história natural abordado;
     •    Conhecer    e    aplicar    as    técnicas    artísticas    mais    comuns    em    ilustração    científica.

2.3. DEsTiNATáRiOs
Público em geral, estudantes de artes ou ciências (a partir dos 15 anos) e professores, com 
interesse pelo desenho de observação, ilustração e biologia, com ou sem experiência em 
desenho.

3. COORDENAÇÃO DO CURSO E CORPO DOCENTE
Coordenador do Curso
Marco Nunes Correia
Corpo Docente
Marco Nunes Correia, com participação de professores/ilustradores convidados para seminários/
workshops (a definir 1 seminário/workshop por módulo). Entre os quais se salientam: Pedro 
Salgado; João Catarino; Pedro Salvador Mendes, enquanto convidados da 1ª edição 2015/16.

4. ESTRUTURA DOCURSO
4.1. METODOlOgiA EORgANizAçãO
•    Aulas    teórico-práticas    com    mostra    de    materiais    áudio    visuais,    estudos,    trabalhos    originais    e exemplos impressos. Biblioteca especializada, com mais de 30 títulos.
•    Realização    de    saídas    de    campo    a    espaços    naturais    (com    uma    saída    de    fim    de    semana    por cada módulo – a definir).
•    O    curso    compreenderá    3    módulos,    sendo    o    primeiro    módulo    obrigatório,    na    medida    em que    dará    precedência    à    realização    dos    2    módulos    seguintes    (facultativos)    com    a    seguinte estruturação:

Módulo 1 – Obrigatório*
Enquadramentos da Ilustração Científica (histórico, técnico e temático)
Técnicas a explorar – Grafite e tinta da china
1 saída de campo

Módulo 2 – Facultativo
Bases teóricas – Teoria da Cor, fundamentos científicos nas diversas áreas temáticas abordadas e respectivas convenções de representação.
Técnicas a explorar – Aguada a tinta da china, aguarela, guache e acrílico
1 saída de campo

Módulo 3 – Facultativo
Bases teóricas – Teoria da Cor, fundamentos científicos nas diversas áreas temáticas abordadas e respectivas convenções de representação.
Técnicas a explorar – Lápis-de-cor, pó-de-grafite e técnicas digitais
1 saída de campo

4.2. PROGRAMAÇÃO
Módulo 1
Parte I
• Enquadramento Histórico
As    origens    do    desenho    e    breve    história    da    ilustração    científica,    do    renascimento    à    actualidade. A Ilustração científica em Portugal (5 séculos de ilustração).
• Enquadramento técnico
Apresentação das técnicas analógicas mais comuns em ilustração científica e os materiais 
mais utilizados.
• Enquadramento Temático
Apresentação de cada área temática de especialização
Parte II
• Elementos do desenho / desenho de observação
( Exercícios realizados a partir de modelos naturais, recorrendo a técnicas básicas de desenho baseadas no método de Betty Edwards)
• Projetos:
1 – Grafite
2 – Tinta da china sobre polyester
3 – Tinta da china sobre scratchboard

Módulo 2
Parte I
• Teoria da cor
Noções básicas de Teoria da cor, em associação com as técnicas a abordar.
Parte II
• Projetos:
1 – Aguada a tinta da china
2 – Aguarela (pigmento translúcido)
3 – Guache vs acrílico (pigmento opaco)

Módulo 3
Parte I
• Teoria da cor
Noções básicas de Teoria da cor, em associação com as técnicas a abordar.
Parte II
• Projetos
1 – Lápis de cor
2 – Pó de carvão/grafite
Parte III
• Técnicas digitais
Digitalização de originais, edição e artes finais;
Ilustração digital – imagens bitmap e vetoriais.

NOTA
Em todos os módulos, cada projecto será antecedido pela mostra de originais, exemplos impressos e demonstrações técnicas. Seguem-se exercícios práticos, escolha de modelos de referência e consulta bibliográfica, desenhos preliminares e execução das ilustrações finais.

5. CALENDÁRIO

Módulo 1
Início: 26 de Setembro
Fim: 12 de Dezembro
Dia da semana: 2ª feira
Horário: 13h    às    17h    (turma    A    –    diurno);    19h    às    23h    (turma    B    –    noturno)
Número total de horas: 48
Número de semanas: 12 semanas

Módulo 2
Início: 9    de    Janeiro
Fim: 27    de    Março
Dia da semana: 2ª feira
Horário: 13h    às    17h    (turma    A    –    diurno);    19h    às    23h    (turma    B    –    noturno)
Número total de horas: 48
Número de semanas: 12 semanas

Módulo 3
Início: 17    de    Abril
Fim: 10 de Julho
Dia da semana: 2ª feira
Horário: 13h    às    17h    (turma    A    –    diurno);    19h    às    23h    (turma    B    –    noturno)
Número total de horas: 48
Número de semanas: 12 semanas

NOTA
As aulas serão lecionadas no Centro ecológico e Educativo do Paul de Tornada e nos locais de realização das saídas de campo

6. INSCRIÇÃO
•    Cada    candidato    deverá    solicitar    o    boletim    de    inscrição    para    o    endereço    de    e-mail:
ic6dn.curso@gmail.com
•    Juntamente    com    o    boletim    de    inscrição    serão    enviadas    instruções    para    o    pagamento    da taxa de inscrição, a fim de efetivar a mesma e garantir a ocupação da vaga
•    Data    limite    de    inscrição:    23 de Setembro de 2015

6.1 REQUISITOS DE ADMISSÃO
•    Interesse    em    desenho    de    observação,    ilustração    e    biologia/história    natural,    com    ou    semexperiência em desenho
•    Para    inscrição    nos    módulos    2    e/ou    3,    é    obrigatória    a    realização    do    módulo    1.

6.2. DiMENSÃO DAS TURMAS
•    Qualquer    um    dos    módulos    funcionará    apenas    com    o    número    mínimo    de    10    participantes por turma
•    Serão    aceites    até    um    máximo    de    15    participantes    por    turma
•    Para    efeito    de    preenchimento    das    vagas    será    considerada    a    data    de    pagamento    da    taxa    de inscrição

6.3. CERTIFICAÇÃO
No final do curso será entregue um certificado** de participação, atribuído pelo formador e 
pelo Centro Ecológico e Educativo do Paul de Tornada.

7. CUSTO
Qualquer    um    dos    módulos    terá    um    custo,    por    participante,    de    360€ *** (IVA Incluído)
Acresce uma taxa de inscrição, no primeiro módulo, de 100€****
_______________________________________________
**Dado que se trata de um curso livre para aprendizagem de técnicas específicas de ilustração científica, não existirão avaliações 
formais. O curso não atribui qualquer creditação de ECTS.
***As saídas de campo não estão incluídas na carga horária do curso, sendo por isso de participação facultativa, uma 
vez que as despesas inerentes a cada saída não estão incluídas no preço do módulo correspondente. No final de cada 
módulo será entregue a cada participamte a fatura/recibo correspondente.
****No início do curso (módulo 1) será entregue a cada aluno um kit (valor da taxa de inscrição) composto pelos 
seguintes materiais:
a) 3 lápis de grafite (HB, 2B e 4B) 
b) 1 borracha branca 
c) 1 borracha “miolo de pão”
d) 1 pincel com depósito de água
e) 1 caixa de 6 canetas de feltro com diferentes espessuras
f) 1 caneta de feltro aguarelável
g) 1 estojo de pastilhas de aguarela
h) 1 caderno de campo papel de aguarela 21x13cm
i) 1 conjunto de aparos e respetivo suporte
j) 1 tubo de tinta da china
l) 1 estilete (bisturi)
m) 1 prancha de scratchboard A3 (dimensão aproximada)

Programa Agora Nós - IPDJ